Starbucks inaugurou a sua primeira loja de língua de sinais nos Estados Unidos

0
442
starbucks

A Starbucks inaugurou em Washington DC, próxima a Universidade de Gallaudet, escola para alunos surdos e com deficiência auditiva. o seu primeiro café nos Estados Unidos cuja equipe é formada na sua grande maioria por pessoas com graus diferentes de surdez, o que é inovador. O silêncio existente na Starbucks inaugurada em Washington DC impera, mesmo havendo uma grande quantidade de pessoas no local. A equipe de funcionários utiliza o uniforme fornecido pela empresa e se comunicam com a língua de sinais americana, isto é, ASL.

A inovação gerou ansiedade

Muitas pessoas ficaram ansiosas para poderem visitar a primeira Starbucks com atendimento por meio da língua de sinais, seguindo o mesmo modelo de outra loja aberta em Kuala Lumpur, na Malásia, no ano de 2016. Dentre estes ansiosos estavam Rebecca Witzofsky, de 20 anos, e seu amigo Nikolas Carapellatti, de 22. Com a inauguração desta loja, as pessoas com deficiência auditiva não terão quaisquer dificuldades para realizarem seus pedidos, como acontece em uma loja “normal”. Na Starbucks inaugurada, quando o seu pedido está pronto, o nome do cliente aparece na tela e com isso, é só fazer a retirada, facilitando também os usuários.
A Starbucks, ao realizar mais esta inauguração, demonstra o estímulo em atuar em prol da inclusão, o que poderia ser seguido pelas demais empresas.
No Brasil, existem mais de 45 milhões de pessoas com deficiência, o que corresponde a mais ou menos 24% da população, sendo que apenas 0,9% do total de profissionais portadores de alguma deficiência trabalham com carteira assinada.
Vamos torcer para que este meio de inclusão também chegue ao Brasil.

Deixe um comentário

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui