Portadores de Síndrome de Down e que são grandes empreendedores de sucessos

0
608
Portadores de Síndrome de Down e que são grandes empreendedores de sucessos

Nos dias atuais, é possível encontrar inúmeros empreendimentos espalhados pelo mundo, porém, o que muitas pessoas não sabem é que nestes empreendimentos, poderão encontrar no comando uma pessoa portadora de Síndrome de Down.
Ser portador de Síndrome de Down não quer dizer que são pessoas inválidas, muito pelo contrário, muitas delas possuem ambições e capacidades que podem torna-las um grande profissional de sucesso.

Síndrome de Down – O que é?

A Síndrome de Down é dada pela existência de um cromossomo sobressalente.
Apesar de apresentarem deficiências intelectuais e também de aprendizado, são pessoas que possuem uma boa comunicação, personalidade única e extremamente interessantes.

Os Empreendedores de Sucesso

Abaixo, listamos alguns empreendedores de sucesso e que são portadores da Síndrome de Down.

fotos: Reprodução Facebook

Infelizmente, pessoas portadoras da Síndrome de Down possuem dificuldade para conseguir uma colocação no mercado de trabalho e foi justamente, o que aconteceu com estes meninos de Buenos Aires.
Constatando a dificuldade em conseguir um emprego, esses meninos se juntaram e resolveram montar um negócio próprio.
Naquele momento, houve o nascimento da ideia de investir no “Los Perejiles Eventos”, um serviço de eventos com a finalidade de oferecer empanadas e pizzas.
Com dois meses de fundação do empreendimento, os Los Perejiles Eventos tinham 24 eventos agendados.
Eles contaram com a presença de Kevin Degirmenci e Telam Lopes, dois professores que proporcionaram ao grupo a confiança necessária para montarem e manterem o empreendimento.

São Paulo – Brasil

Foto: uniserva.uol.com.br

A Bellatucci Café é uma cafeteria bistrô localizada em São Paulo, especificamente no bairro do Cambuci. Este empreendimento é de Jéssica, portadora de Síndrome de Down que sempre teve um sonho de possuir seu próprio negócio relacionado com a arte da cozinha.
Jéssica sempre foi uma pessoa determinada e não mediu esforços para que o seu empreendimento obtivesse sucesso. Para realizar este sonho, juntou dinheiro por alguns anos, já que participava de inúmeras apresentações de teatro e eventos realizados no Instituto Chefs Especiais. A família de Jéssica participou da realização de seu sonho, pois ajudou financeiramente, seja comprando móveis, realizando reformas, entre outros.
Apesar de ter o seu próprio negócio, Jéssica continua estudando e por isso, não dedica todo o seu tempo no empreendimento, porém, conta com a ajuda de mais 4 colegas também portadores da Síndrome de Down. No ano de 2017, ela recebeu o IV Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência. Este prêmio foi dado pelo Governo do Estado de São Paulo.
Após este prêmio, Jéssica viu sua vida dar uma guinada, já que teve a necessidade de encontrar espaço na agenda para ministrar palestras em universidades de empreendedorismo e em empresas.

Nova York

Foto: Economia Uol

Após terminar o ensino médio, John Cronin decidiu que seria um empreendedor. Inicialmente, teve a ideia de investir em um food truck, porém, como não sabia cozinhar desistiu, e pelo fato de gostar muito de meias coloridas, divertidas e criativas, decidiu investir neste ramo. Desta forma, surgiu a “John´s Crazy Socks” que significa “As meias malucas do John”. Em um ano, John conseguiu lucrar o equivalente a US$ 1,4 milhão e arrecadou em torno de US$ 30 mil para caridade. O sucesso do empreendimento foi tão grande, que seu empreendimento vendeu meias para o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau e para Georg W. Bush, ex-presidente americano.

Portanto, não importa a deficiência que possua, todos podem empreender, basta ter uma ideia em mente e coloca-la em prática.

Deixe um comentário

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui